Weby shortcut
Youtubeplay
Juri simulado

Faculdade de Direito participa do II Concurso de Jurí Simulado da Escola Superior da Advocacia

A Faculdade de Direito, regional Goiânia, será representada por: Geraldo Henrique Costa Barbosa discente do 8º período é estagiário no 2º Ofício Criminal da Defensoria Pública da União com atuação nas Operações Atila, Coite e Consignado no âmbito da Justiça Federal; Bem como por Gleyciene Oliveira do 8º Período, Matutino, estagiaria na Defensoria Pública do Estado de Goiás, pela 9ª defensoria especializada criminal com atuação frente ao núcleo de reclusão; E também por, Emilly Lima estagiária no 1º Ofício Criminal da Defensoria Pública da União com autuação em crimes próprios da Justiça Federal.

Intitulado de Dr. Édison de Britto Rangel, o torneio terá como objetivo estreitar a relação entre teoria e prática, possibilitando ao profissional em formação o contato com os casos ocorridos na vida real; além de desenvolver e disseminar cultura de respeito às garantias fundamentais, ínsitas ao rito dos crimes dolosos contra a vida; e propiciar ao estudante, através de atividades simuladas, o encontro com a prática da advocacia criminal, objetivando proximidade com o futuro mercado de trabalho.

O torneio será realizado em três etapas, sendo duas eliminatórias e uma final. A primeira etapa será realizada no dia 14/09 (sábado) quando ocorrerão quatro sessões simuladas. Quatro equipes serão classificadas para a segunda etapa. A segunda fase será realizada no dia 21/09 (sábado) com duas sessões simuladas. Apenas duas equipes irão para a final. Na etapa final, dia 28/09 (sábado), ocorrerá uma sessão simulada, sagrando-se campeã a equipe vitoriosa neste confronto.

A equipe em questão que representará a Universidade Federal de Goiás conta com a orientação dos Prof. Dr. Gaspar Alexandre Machado de Sousa e do Prof. Dr. Pedro Sérgio dos Santos e pelo médico Prof. Dr. Leonardo Mendes que os ajudarão a se preparem para o ilustre torneio.

Nesta primeira etapa a Faculdade de Direito da UFG enfrentará a UniCerrado de Goiatuba discutindo razões de fato e direito sobre um caso denunciado por feminicídio. Narra da denúncia que o acusado, ex-cônjuge da vítima, se apossou de uma faca que estava dentro de uma bandeja e, em seguida, desferiu um golpe na região torácica de sua ex-esposa, por não aceitar o fim do relacionamento, resultando em uma lesão pulmonar direito e no coração.

Os alunos da Faculdade de Direito assumirão a posição jurídica da acusação e serão avaliados pelo conhecimento jurídico, oratória e controle das emoções frente o corpo de sentença.